O Direito, Entre O Futuro E O Passado - intelectosolucoes

Tudo

Livros Direito Tributário

Livro O Direito, Entre o Futuro e o Passado

O-Direito-Entre-o-Futuro-e-o-Passado
Livro O Direito, Entre o Futuro e o Passado
Por: R$ 129,99ou
3x de R$ 43,33
sem juros
ComprarVendedor Intelecto Soluções

Por: R$ 129,99ou X de

Comprar

Especificações-old

ISBN9788583100201
Páginas202
FormatoBrochura
Edição1ª Edição
DescriçãoA obra é composta por oito ensaios filosóficos produzidos ao longo da última década deste início do século XXI:
I- Tempo e tempo jurídico em tempos do direito positivo;
II- Direito e realidade: a erosão do real jurídico pelo mundo virtual;
III- Das figuras paradigmáticas às figuras “imagéticas”: Reflexões sobre política e direito a partir de uma fraternidade intelectual com Celso Lafer;
IV - Responsabilidade jurídica num mundo pantécnico;
V- Direitos humanos e o direito de ser diferente;
VI- Da “segurança” nacional à “insegurança” jurisdicional: uma reflexão sobre segurança jurídica;
VII - Moralidade e senso comum;
VIII - Direito e arte: da ficção real à realidade fictícia na percepção do direito.

Para o jus filósofo, olhando o Direito do futuro para o passado, observa-se que houve mudança no significado e na importância da questão da aplicação do direito, o que põe em risco a velha e conhecida segurança jurídica.

Os problemas da identificação do direito e da sua interpretação passaram a gravitar em torno das justificações da decisão, que são transformados em dados preceptivos ao lado de outros (os legislativos e até com vantagem sobre eles). E um sintoma disso é a assimilação do conceito de interpretação à argumentação. Há o deslocamento da centralidade da lei para a centralidade da jurisdição e da teoria da interpretação para uma teoria da argumentação jurídica. Os oito ensaios são uma reflexão crítica sobre o provável paradoxo de uma sociedade atual obsessivamente ocupada em definir e proteger as diferentes formas de manifestação cultural, mas impotente para fazer descer os correspondentes direitos do plano de um formalismo abstrato e inoperante e levá-los a uma efetivação concreta nas instituições e práticas sociais.
Autor(es)Autor: Téssio Sampaio Ferraz Junior

Especificações

ISBN9788583100201
Dimensões23cm x 16cm
Edição1ª Edição
Número de Páginas202
AutoresTéssio Sampaio Ferraz Junior

Saiba Mais

SumárioAutor: Téssio Sampaio Ferraz Junior

A obra é composta por oito ensaios filosóficos produzidos ao longo da última década deste início do século XXI:
I- Tempo e tempo jurídico em tempos do direito positivo;
II- Direito e realidade: a erosão do real jurídico pelo mundo virtual;
III- Das figuras paradigmáticas às figuras “imagéticas”: Reflexões sobre política e direito a partir de uma fraternidade intelectual com Celso Lafer;
IV - Responsabilidade jurídica num mundo pantécnico;
V- Direitos humanos e o direito de ser diferente;
VI- Da “segurança” nacional à “insegurança” jurisdicional: uma reflexão sobre segurança jurídica;
VII - Moralidade e senso comum;
VIII - Direito e arte: da ficção real à realidade fictícia na percepção do direito.

Para o jus filósofo, olhando o Direito do futuro para o passado, observa-se que houve mudança no significado e na importância da questão da aplicação do direito, o que põe em risco a velha e conhecida segurança jurídica.

Os problemas da identificação do direito e da sua interpretação passaram a gravitar em torno das justificações da decisão, que são transformados em dados preceptivos ao lado de outros (os legislativos e até com vantagem sobre eles). E um sintoma disso é a assimilação do conceito de interpretação à argumentação. Há o deslocamento da centralidade da lei para a centralidade da jurisdição e da teoria da interpretação para uma teoria da argumentação jurídica. Os oito ensaios são uma reflexão crítica sobre o provável paradoxo de uma sociedade atual obsessivamente ocupada em definir e proteger as diferentes formas de manifestação cultural, mas impotente para fazer descer os correspondentes direitos do plano de um formalismo abstrato e inoperante e levá-los a uma efetivação concreta nas instituições e práticas sociais.

Quem leu, comprou também