Livro Planejamento Tributário: Limites Normativos - intelectosolucoes

Tudo

Livros Direito Tributário

Livro Planejamento Tributário: Limites Normativos

Planejamento-Tributario---Limites-Normativos
Livro Planejamento Tributário: Limites Normativos
De: R$ 83,99
Por: R$ 69,99ou
3x de R$ 23,33
sem juros
ComprarVendedor Intelecto Soluções

De: R$ 83,99Por: R$ 69,99ou X de

Economia de R$ 14,00

Comprar

Especificações-old

ISBN9788583100775
Páginas288
Edição1ª - 2016
DescriçãoTrata-se de exame aprofundado do planejamento tributário (elisão fiscal) no ordenamento jurídico brasileiro. O Autor identifica os limites normativos aos quais estão adstritos (i) o legislador infraconstitucional, no regramento da matéria; (ii) o contribuinte, na procura de alternativas para, licitamente, evitar o pagamento de tributos ou reduzir a carga tributária; (iii) as autoridades administrativas, para requalificar os fatos descritos pelo contribuinte com base nos meios de prova em direito admitidos; e (iv) o Poder Judiciário, no controle de constitucionalidade e legalidade dos atos praticados pelo Poder Legislativo, pelo Poder Executivo e pelos particulares, de forma geral. Elenca as diferentes acepções com que é utilizada a expressão elisão tributária e esmiúça as figuras do abuso de direito, abuso de forma jurídica, fraude à lei, simulação, dissimulação, sonegação fiscal e propósito negocial como requisito necessário para a legitimação de planejamentos tributários.
Autor(es)Paulo Ayres Barreto

Especificações

ISBN9788583100775
Dimensões23cm x 16cm
Edição1ª - 2016
Número de Páginas288
AutoresPaulo Ayres Barreto

Saiba Mais

SumárioTrata-se de exame aprofundado do planejamento tributário (elisão fiscal) no ordenamento jurídico brasileiro. O Autor identifica os limites normativos aos quais estão adstritos (i) o legislador infraconstitucional, no regramento da matéria; (ii) o contribuinte, na procura de alternativas para, licitamente, evitar o pagamento de tributos ou reduzir a carga tributária; (iii) as autoridades administrativas, para requalificar os fatos descritos pelo contribuinte com base nos meios de prova em direito admitidos; e (iv) o Poder Judiciário, no controle de constitucionalidade e legalidade dos atos praticados pelo Poder Legislativo, pelo Poder Executivo e pelos particulares, de forma geral. Elenca as diferentes acepções com que é utilizada a expressão elisão tributária e esmiúça as figuras do abuso de direito, abuso de forma jurídica, fraude à lei, simulação, dissimulação, sonegação fiscal e propósito negocial como requisito necessário para a legitimação de planejamentos tributários.

Quem leu, comprou também